Você acha que eu sou eu?

A pergunta feita por Soledad era só uma entre outras questões profundas, que ela levou em seu caderno para que os amigos da escola respondessem. Frustrada com as respostas, contou a história à sua mãe.

Acontece que Soledad é filha de Valentina Fraiz, ilustradora talentosíssima, que logo convocou os próprios amigos para ajudar Soledad a entender: Por que existimos? Será que somos realmente importantes? Quem somos nós, afinal?

O resultado foi esse livro lindo, de capa brilhante, escrito e ilustrado pela própria Valentina, e publicado pela Bamboozinho.

Profundas e filosóficas, as respostas, tão boas quanto as perguntas, conseguem falar com a criança sem infantiliza-la ou exigir que ela pense como um adulto. Há também momentos bem divertidos, como uma de minhas passagens prediletas, em que os fios de cabelo de uma cabeça conversam, questionando a própria existência.

“Você acha que eu sou eu?” foi também a minha escolha como presente de dia dos professores, por ser um grande lembrete do quanto precisamos manter contato com nossa essência.

Para garantir o seu, é só clicar aqui